21 de jul de 2009

Dreamgirls

video

Uma bolsa, uma blusinha, um kit do Boticário? Eu estava sem ideia de presente para minha mãe, que fez aniversário no último dia 7. Não queria repetir as lembranças de todos os anos. Foi aí que o sempre útil RJ TV entrou na história e me deu aquela mãozinha, apresentando um musical que acabava de estrear no Leblon, na Sala Fernanda Montenegro: O som da Motown. O espetáculo traz cinquenta dos maiores sucessos lançados pela famosa gravadora Motown nos anos 60, 70 e 80 e – coisa boa – não tem um dialogozinho sequer. Nada de falação atrapalhando a fluência de uma canção emendada na outra. "Apenas" cinco moçoilas de voz cheia e uma banda tocando ao vivo.

Após a exibição de um vídeo-resumo das três décadas – com Martin Luther King, John Lennon, Vietnã, black power, black is beautiful, paz, amor e outros bichos –, o show começa. As meninas sobem no palco com a suingadíssima "I heard it through the grapevine", imortalizada por Marvin Gaye. Atacam com "Papa was a rolling stone", "Theme from Mahogany", "Just my imagination", mas me emocionam mesmo com a singela "My girl", dos Temptations, quando foi irresistível olhar para a Fernanda com um sorriso nos olhos. What can make me feel this way?

A plateia no bolso, e o quinteto se transforma em trio para ressuscitar as Supremes, com direito ao figurino-e-cabelão típico das musas. Ooh baby love, my baby love... não é que elas mexem os ombrinhos com a mesma delicadeza das divas? e estendem os braços para nos alertar, cheias de um charminho (quase) ingênuo, stop! in the name of love, before you break my heart? Melhor que isso só quando as moças somam cinco outra vez para encarnar os Jackson Five. Simone, Thalita, Ellen, Alcione e Débora viram meninos e interpretam "I want you back" e "ABC" com a molecagem necessária nos pés e nos gogós.

Aí chegamos ao momento mais emocionante do espetáculo, que – por isso mesmo – merece um parágrafo só seu. O jovem Michael Jackson no telão, a corajosa Simone Centurione no palco e a clássica "Ben" na voz suave de ambos. Um dueto milimetricamente ensaiado, improvavelmente bem-sucedido, lindamente realizado, reconhecidamente aplaudido. O ingresso estava muito bem pago. A cortina podia fechar ali que sairíamos felizes. Mas tinha mais.

As sessentíssimas "Do you love me" e "Please, Mr. Postman", a discotequíssima "All night long", as figurinhas carimbadas de qualquer sessão-good-times-de-rádio-que-se-preze "Easy", "Three times a lady", "My cherrie amour", "For once in my life", "Endless love" e – para botar o público cantarolando na saída do teatro e mamãe (ainda mais) feliz da vida com o presente-surpresa – a imbatível "Ain't no mountain high enough", um poema em letra-e-música que faz a gente sacudir toda a poeira do mundo e dar a volta por cima, de preferência numa pista de dança. No wind, no rain or winter's cold can't stop me, baby!

28 comentários:

Rafael Iglesias disse...

Jackson 5 -> I want you back é foda. e Ben, do MJ, tem uma tradução bem legal

30 e poucos anos. disse...

POW...QUERO ESTE ESPETÁCULO LOGO AQUI EM SP...DEVE SER MUITO BOM MESMO

Janis Lyn disse...

Gostei do post.

Jay
http://diariodeumafocaemcrise.blogspot.com/

Diego Janjão disse...

bem Melhor do que as merdas de shows que temos aki no BR hj em dia ¬¬

FAGGH® disse...

muito bom !"
abrç
www.celebritypoke.blogspot.com

Tainã the Alchemist disse...

to sem tempo de comentar,mas seu blog ja esta nos meus favoritos

Ana Célia disse...

nossa, que ótimo presente! Super original!

War Inside My Head disse...

Confesso não apreciar muito esse estilo musical!
Seguindo seu Blog!

Rafael Portillo disse...

Pode até parecer maldade o que direi, mas foi o melhor blog que visitei esta noite. Meus parabens pela organização do blog, pelos textos bem escritos e pelos assuntos abordados.

Fiquei até com vontade de assinar seu Feed RSS, para acompanhar sua evolução.

Por fim, digo o que digo para bons blogs:
Elogios redundantes.

http://migre.me/3YvA

Vivica disse...

Ben ficou realmente sensacional.
A fluência que deste para o texto deixou a leitura super gostosa e curiosa para ver o vídeo das moçoilas.

Show!

Abs.

Felipe disse...

Você me deixou extremamente curioso para assistir esse espetáculo. Tomara que algum dia venha parar em Minas Gerais, BH. Ótima postagem! Ben do Michael Jackson é uma música muito boa!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Sequelanet disse...

Aquele show que Michael cantou em motown foi quando ele fez pela primeira vez o passo moonwalk. Muito show!

Keisy disse...

Quero ver esse espetaculo aqui logo em SP!

Marcus disse...

muito bom o show deles!

Nat Valarini disse...

Olá!

Nossa! Deve ter sido uma experiência incrível, tem razão de sua mão ter gostado!

Assisti ao vídeo que você postou, fiquei encantada com a voz delas, as meninas são muito afinadas!

Parabéns!


P.S.: Recebi um selo http://garotapendurada.blogspot.com/ e o estou repassando ao seu blog.

Allerson disse...

Eu gosto muito de Who's Loving You, Billie Jean e Say Say Say, são as musicas mas incríveis de do M.j. eu qria ter ido para algum show dele, mas infelismente nem deu tempo.

www.allersonblogger.blogspot.com

Felipe disse...

Deixando minha marca nesta postagem novamente. Já comentei em tantas outras hehe... Como eu disse em meu primeiro post, ótima dica para quem gosta de cultura!

http://cerebro-musical.blogspot.com

m e e L ² disse...

brigadão Fábio, to seguindo aê ;*

m e e L ² disse...

brigadaaa Fábiio, sucesso com o blog aê ;*

Ale Marques disse...

gostaria de ter ouvido ela cantando Ben!

muito legal seu blog!
fique com Deus.

http://alemarquespesedit.blogspot.com

Marcus Batalha disse...

Cara, muuuito bom isso!
Espero que venham aki pra Sampa.

Valew

Sucesso!

†YaGo-SaN† disse...

Realmente é um ótimo presente, por exemplo, a minha mãe é super fã de jazz, qualquer dia ainda levo ela num show da kate melua.
abraços!

http://wallnosekai.blogspot.com/

FabioZen disse...

Grande post,pessoal!Talentos dos mais brilhantes surgiram na Motown e sou fã de muitos deles,verdadeiras lendas.Parabens pelo blog.oficinamissões

Monique Rosa, rosa.Rosa? disse...

O que sua mãe achou do espetacúlo?
Eu não gosto do estilo, mas parece ser muito bem produzido.
beijos!

Vini e Carol disse...

Interessante!
Desenterrou essa ai hein!
Pelo menos deu alguma idéia de presente para sua mãe. hehehe

Abraços.

Camis disse...

Um presente diferente e super legal,
ótima ideia ;)

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Fernanda disse...

Ah! teatro é bom, sem diálogo é melhor ainda -- mas a léguas de distância daquela "sem-dialoguice" cabeça e experimental. O negócio é música, quanto mais música melhor! Música boa, fornida, dançante, colorida, que obriga a gente a marcar o ritmo e desejar não ter de ficar obrigatoriamente preso à cadeira. Peça boa é aquela, como "O som do Motown", que nos deixa querendo levantar sem ser pra sair ou aplaudir. Que dá – inclusive aos tímidos – a urgência de participar. As Girls Five em questão arrasam em todas as canções, mas merece menção honrosa o apunhalante dueto de Simone Centurione com o novinho e cabeludo Michael Jackson. Lágrimas nos olhos, principalmente quando ela encerra o número com uma reverência ao pequeno gênio, nosso endless love. Tanto nesses momentos delicados quanto nos vibrantes, em tudo e por tudíssimo, a peça vale cada centavo do ingresso. O Bonequinho viu, gostou, dançou, cantou e quer mais! All night long!...

30 e poucos anos. disse...

época de músicas de verdade....saudades