21 de mai de 2010

Speechless

O monstro mais famoso do mundo desde os zumbis thrillerianos. A mulher que todo Chapeleiro Maluco gostaria de ter. O guarda-roupa que faz morrer de inveja Cher, Bjork e todos os vilões de Gotham City. Uma tela de Dalí que canta e dança. A boneca Emília do século 21. A Xuxa dos tempos pós-baixinhos. A filha bastarda que Elton John jamais teve.
Talvez Lady Gaga caiba numa dessas definições. Ou não. Talvez elas não sejam tão exageradas quanto a moçoila-esfinge merece. Talvez o Chapeleiro não passasse da primeira xícara de chá ao lado dela – e olha que o sujeito convive há anos e mais anos com a Lebre Maluca, a Rainha Vermelha, o Gato Risonho...
Quem sabe Cher, Bjork, Charada, Espantalho, Hera Venenosa sejam básicos demais e nem mereçam a comparação? Talvez Dalí não seja suficientemente surrealista. Suas pinturas podem até cantar e dançar – só que nos sonhos. Já a menina da poker face canta e dança nos videoclipes, algo que, cá entre nós, vai muito além da realidade, digo, da surrealidade.
Emília do século 21? Sei não. Ela não parece ser feita de pano, mas de plástico – daquele plástico que leva décadas para se decompor. Ah, também não deve pensar como um ser humano, o que, aí sim, é uma maravilha. E Xuxa dos tempos pós-baixinhos? É, tem chance. Já foi vista usando ombreiras e tagarela uns mantras tão ou mais gagaístas que ilari-lari-lariê (ô, ô, ô) ou tindolelê nheco-nheco xique-xique balancê. Rah-rah-ah-ah-ah-ah! Rama-ramama-ah! Gaga-ooh-la-la!
Seria, então, “a filha bastarda que Elton John jamais teve” a melhor definição para nossa Lady? Seria ou não seria, não é a questão. Isso é o que menos importa. O que vale é colecionar algumas (in)definições divertidas até ficar mais do que sem palavras – irremediavelmente speechless –, até que a pista pop, pop, pop e a gente dance. Just, just, just, just dance.

24 comentários:

L.A disse...

adorei teu bloog, parabens *---*

Inez disse...

Sinceramente prefiro a Emília.
Gostei bastante do texto, é a primeira vez que vejo alguém escrever sobre Lady Gaga sem ficar achando que ela é a maior artista pop de todos os tempos.

Pedro disse...

Vou ser bem sincero: Não acho que ela seja isso tudo.
De fato eu nem gosto dela, acho ela ridícula, boba e sem sentimentos, alguém que faz música apenas por dinheiro ou para mostrar para as pessoas que ela conheceu um dia que ela é melhor que eles.

Não compare-a com Dali, ele não merece ser rebaixado!!
=)

Fabiana Farias disse...

Amo Lady Gaga! Ela é renovação com data marcada no Pop de receita-pronta! E esse texto é o mais perto do que se pode chegar da compreensão do que ela é!!
Muito bom!!

Reflexo e Ações disse...

Na boa, Lady Gaga não chega aos pés da Madonna.

ALIMAC disse...

Admiro muito Lady Gaga, ela mostrou que algo comercial tb pode ser conceitual, revolucionando a musica pop que originalmete sempre tem o estereotipo de apenas ser feita para a vendas. Além de reeinventar tbm a ideia de diva, já que desde (pseudo) virgenszinhas em colegiais e atrizes da disney, o mundo pop não via alguém que realmente fizesse a diferença.

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

ja disse em outro blog!
lady gaga é uma boneca barbie que caiu acidentalmente num balde de elemneto x com uma pitada da barba de Chuck Norris e o CD da Madona...

Kelly Christi disse...

Achei bem interessante seu texto sobre a lady, no ponto de vista crítico mesmo... eu não tenho mto. contribuir, p. não a escuto muito a não sr nas baladas e aí a gente acaba dançando não é?Rrss o que eu acho bacana nela é que ela criou um personagem junto ocm a cantora, o visual e tudo mais... no mais nao tenho mto a dizer, eu nao a odeio, mas tbm. não a idolatro...

bjs

http://www.pequenosdeleites.blogspot.com

artculando disse...

Realmente essa mulher sabe criar polemica ...
Soh nao sabe se vestir hehehehhe

Dah uma passada no meu blog!

http://artculando.wordpress.com

=)

thaiana disse...

gostei da filha bastarda do elton john...
adoro a lady gaga....

Talles azigon disse...

considero que a Gaga é uma artista completo quando se trata de popart é inovadora, publicitária nata, chama atenção e não deixa a desejar quando se trata de criatividade

Neuro-Musical disse...

Bom, o texto é ótimo mas acho que por agora a GAGA não pode ser comparada com ninguém. Analise bem - não estou exaltando a cantora - mas se você analisar, Lady Gaga é algo totalmente novo no mundo da música. Ela veio para inovar e está inovando a cada música que faz!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Viík disse...

Gostei muito do texto, concordo que a Gaga quebrou vários estereotipos que as cantoras de pop possuem e tem um estilo próprio, ainda que bem estranho.

Érica disse...

Acho que não existe palavras que a definam. Ela é algo nunca antes visto no mundo música. Belo Blog.

http://alma-feminina.blogspot.com/

Leonardo Ribeiro disse...

Você tem uma visão diferente totalmente nova das coisas, e sabe espressar essa visão muito bem. Me fez ter vontade de escultar a alto-denominada Lady (e eu odeio pop).

LuEs disse...

Eu simplesmente não consigo colocá-la numa dessas definições. Ela me parece bastante abstrata, totalmente fora do comum, intangível.
Reconheço nela uma criatividade absurda e por isso ela me agrada. Dentre o que citou, talvez ela esteja bem mais próxima de uma narrativa mais incomum - como a de Alice ou mesmo de um filme como Pink Flamingos - do que parece algo que seja visível e perceptível na vida real.

mixaria disse...

Lady Gaga,ela se veste mt cabulosamente

Sarah Slowaska disse...

Sinceramente, a existência desta mulher não me faz a menor diferença :)
Gostei do blog! Bons textos! ^^

beijos

Jordania disse...

BOm, gostei muito do texto, como um coment acima já disse é o primeiro texto que leio sobre a Lady gaga que não à coloca como uma rainha.
As músiquinhas dela são até boas pra dançar na noite quando já não está tão lúcido e não, jamais procure as traduções, elas não te acrescentarão em nada. No mais... não se pode falar muito dela, por ser tão superficial.

Ps: Fábio flora, não leve a mal meu post, da geografia masculina e feminina. Ok
Abs.

Érika dos Anjos disse...

uhauahuauhahu adorei as definições do post. Sem entrar no mérito musical, acho que a Lady Gaga chegou para dar uma agitada na coisa, que andava muito morna. Então, por isso, que seja bem vinda!

Bjs
Érika dos Anjos
http://www.oquartoelemento.com.br

indivídua disse...

sobre a gaga só digo: ohh la la

Richard disse...

Nusss.. muitoo bom o blog..
ta de parabéns

Ítalo Richard disse...

A Lady Gaga é um carga de referências da cultura pop. É a cópia mais original de todas essas figuras juntas que você citou. Excelente post, adorei!

Mister Neurotic disse...

Gosto muito das bizarrices dela, que ao meu ver nem são bizarrices. E a música dela é poética e contagiante.