6 de out de 2009

Há algo de bom no reino da Dinamarca

Há algo de bom em saber que a cidade onde vivo vai receber as Olimpíadas, em escutar aquele gringo ler gringamente “Rio de Janeiro”, em explodir de alegria com meu pai e minha mãe como se fosse gol do Vasco em final de campeonato, em esquecer por um instante as mazelas tipicamente brasileiras e cariocas para sorrir com o choro do presidente, a emoção do governador e a vibração do prefeito, em sentir o orgulho verde e amarelo de um povo castigado por poucas e boas, muitas e más, que mal sabe onde ficam Chicago, Madri ou Tóquio.
Há algo de bom nisso tudo, como há algo de muito melhor em ter a esperança de ver as águas despoluídas, os morros mais verdes, a cidade mais limpa, o metrô, o trem, o ônibus chegando aos quatro cantos, os quatro cantos menos desiguais, mais próximos, sem facções, comandos, milícias, apenas com gente, gente boa e da paz, da Zona Norte, da Zona Sul, do Oiapoque, do Chuí, do mundo inteiro, os mundos misturados, trocando “aquele abraço” que só o carioca sabe dar.
Há algo de bom – e imprescindível – em fazer parte de uma sociedade a partir de agora mais atenta, bisbilhoteira e fiscalizadora. Salve, salve, começa hoje o Big Brother Rio 2016! Porque não queremos ver tanta esperança genuinamente verde ser desmatada por certos inoportunistas, aqueles tantos que já conhecemos de outros carnavais – e olha que, de carnaval, nós entendemos... Não podemos deixar que transformem (mais) uma oportunidade de ouro, ouro olímpico!, num maracanazzo de chances desperdiçadas. Não vamos deixar que nossos sonhos, e tudo que há de bom neles, se tornem uma realidade superfaturada de pesadelos em 2017, 2018, 2019...
Se houve – e houve, eu quero acreditar – algo de bom no último 2 de outubro, na distante e tão inesperadamente próxima Copenhague, tem de haver algo de ainda melhor no Rio, em 2016. E, por extensão, em todo o Brasil. Só assim nossa esperança terá sido saudável. Só assim os céticos e pessimistas de plantão vão dizer (felizes, eu espero) que estavam errados. Só assim vou ter certeza de que não fui bobo ou ingênuo ao reescrever a famosa frase de Hamlet, que, sei lá por que motivo, serviu de inspiração para este texto: “Há algo de podre no reino da Dinamarca”.

27 comentários:

Fabricio bezerra da guia disse...

Bela inspiração pro titulo.

Sabe em vez de as pessoas criticarem,elas tem que fiscalizar,sei lá ,montar uma ong pra evitar suoerfaturamento,ou abandono das obras em 2017(eu me sinto no futuro)tem várias cidades que cresceram para o mundo depois das olimpiadas,como barcelona

jhenny disse...

é bom sim, mais e dinheiro pra tudo isso vem da onde?


:*

Karin disse...

Muito interessante ^^

http://esquisiticesdanet.blogspot.com

Felipe disse...

De fato, o mundo agora está de olho no Rio de Janeiro e fiscalizando tudo. Vai ser tudo as claras e finalmente não vai sobrar dinheiro para ser desviado hehe

GO RIO 2016!

B L O G - http://cerebro-musical.blogspot.com

T W I T T E R - http://twitter.com/cerebromusical

Fabricio bezerra da guia disse...

já comentei aqui ,e na postagem anterior,entao vou divulgar seu blog no twitter

Anônimo disse...

É isso aí primo, dá-lhe Rio.
Tirando algumas exceções o Brasil está alegre. aqui em Santa Catarina todos estão comemorando.

Parabéns pelo texto

Anderson

Pobre esponja disse...

Medalha do tiro ao alvo, se chamar os pessoal do Morro, é nóisso...hehe

abç
Pobre esponja

Erica disse...

Adoreiiiiii

palavras ao vento disse...

oke vai entrar de grana...tomara que quem esteja no poder saiba usar esse dinheiro...msa boa sorte ao rio...2016;...

Karina Kate disse...

Não podemos descartar o lado ruim da coisa, que temos gente passando fome na nossa terra, que temos problemas de saúde, comportamento do politicos e tudo mais. Mas não podemos perder a esperança de viver em um país melhor, com uma economia forte e com mais oportunidades para mudar esse cenário!

Priscila G Thereso disse...

Adorei o texto, reflete um misto de esperança e certa agonia de que tudo dê certo. Eu era uma das contrárias à essa vitória, mas não posso dizer que não fiquei feliz. Acho que mais do que cobrar as pessoas têm de fazer também sua parte, pois é muito fácil culpar o "sistema". Temos que lembrar que quem elege os políticos, quem tem de cobrar pelas promessas e fiscalizá-las somos nós mesmos. Há muito dinheiro envolvido nessa eleição e são sete anos de muitas obras, mas espero que isso signifique efetivamente melhorias definitivas e que os projetos tenham continuidades, não ocorrendo o mesmo com alguns equipamentos do Pan, que estão abandonados.

Fernanda disse...

Para todas as outras cidades, os jogos de 2016 seriam Oimpíadas. Para o Rio, as Olimpíadas serão um jogo não de azar, mas (torcemos com força!) de sorte, de muita sorte: é o nosso melhor tiro, é a roletinha em que apostamos todas as nossas pobres fichas. Todas aquelas fichas cansadíssimas de esperar, de acreditar, de ousar achar que alguma coisa, algum dia, poderia REALMENTE dar certo. Não tínhamos apenas desesperança: tínhamos já vergonha de ser esperançosos. E agora não é mais esperança -- é espera. Não precisamos mais depender de uma miraculosa epifania interna, ou uma síndrome de honestidade política, pois temos no lugar (e com muito mais competência) os olhos do mundo inteiro cobrando e investigando gordamente. Tal qual um aluno que precisa da prova marcada para começar a estudar, o Rio ganhou o maior vestibular pelo qual pode passar uma cidade. E não vai querer levar bomba diante de um planeta todinho. Há algo de bom, de muito bom, de maravilhoso na Cidade que já foi Maravilhosa; precisávamos apenas de uma desculpa boa o suficiente para mostrá-lo, para vencer a preguiça de voltarmos a ser o que sempre deveríamos ter sido. Nenhum evento melhor do que uma Olimpíada para superar-se, quebrar seus próprios recordes, premiar os otimistas e surpreender os pessimistas. E o Rio será olímpico em sua plenitude: ninguém, em 2016, ficará mais forte e irá tão longe, tão alto, tão rápido. Yes, we can! Yes, we will!!!!

Publicidade Esportiva disse...

Eu penso da seguinte maneira sobre o assunto olimpíadas no RJ...

Parece que o COI fez o programado.

Mais o que surpreendeu foi Chicago ter saído logo de cara. Nem mesmo a presença de Obama e sua força política, e a forte economia americana influenciou os jurados do COI. Eu acreditava que só Chicago tinha chance de superar o Rio, isso porque o COI tinha uma preferência e foi confirmado isso por uma cidade do continente americano.

É que os integrantes do COI não queriam uma cidade do continente Asiático porque Pequim tinha sediado recentemente e o COI não costuma repetir a cidade do mesmo continente, no caso Londres vai sediar em 2012. Por isso que Madrid e Tóquio não estavam cotadas como favoritas e sim o Rio de Janeiro e Chicago.

Agora é desejar toda sorte do mundo ao Rio de Janeiro, e tomara que o espírito olímpico venha tomar conta dos governantes e empresários para que não tenhamos tanta maracutaia. Porque no fundo é muito legal que as Olimpíadas sejam aqui!

Bruno disse...

Copa Do Mundo,Jogos Olimpicos...E Grande Parte da População Passando Fome.Isso é Brasil =)

http://cafeholandes.blogspot.com/

Strider disse...

Estou feliz pelo Rio ter sido escolhido!

Acho que é uma bênção para o nosso país.

Agora é correr neh... a cidade tem 7 anos para se adequar. Quem sabe até lá eu terei grana para viajar ao Rio e ver os jogos

Anônimo disse...

Amigo,fiquei esperando seu texto
sobre as Olimpíadas e gostei demais.Essa corrente positiva por sete anos vai trazer energia até para os nonagenários do país.
Beijos, M.M.

Marcus disse...

muitas pessoas fala que o Brasil tem mais coisas para fazer, mas acredito que com o esporte, tira muitas crianças das ruas e ajuda na saúde. Não vai fazer muito efeito agora, mas fará no futuro!

Karina Kate disse...

Eu adoro ler textos positivos sobre essa notícia. Vc arrazou em todos os critérios... temos que lembrar os aspectos positivos do evento. E no futuro, vamos falar assim #chupapessimistas

doação de offas disse...

amei aqui , parabens *-*

RznD disse...

ctza..

Vini e Carol disse...

Muito feliz por as Olimpiadas serem do Brasil, parabéns por sua cidade, me parece linda, adoraria conhecer, não é muito longe, mas as oportunidades que São Paulo nos dá em sair daqui são raras.
Copa e Olimpiadas do Brasil é de dar orgulho, espero que agora reconheçam o que o Brasil tem de oferecer porque com vistas internacionais, os politicos daqui vão valorizar e prestar mais atenção neste país.

Beijos, Carol.

Escorpiana disse...

Parabéns Rio... o Brasil todo vai se orgulhar, com certeza... tudo vai dar certo!!!

Nova Quahog disse...

PÃO E CIRCO ;D

Avassaladoras Rio disse...

Querido amigo avassalador... ainda estou um pouco apreenssiva com essa historia de legado olimpico!Ainda estamos digerindo o legado do Pan!

Ique disse...

Ainda tenho mais 7 anos pra ver se acho mesmo bom o vai acontecer em prol do evento...

Rosy disse...

Eeeee quanta euforia rsrsrs. Parabéns pq em qto vc tá empolgadíssimo, mtas pessoas ficam reclamando as pitangas.
Ah, achei o máximo o "...falar gringamente...."kkkk

Jeferson Assis disse...

Olha, gostei da escolha do RJ para sediar as olimpíadas de 2016. Não podemos esquecer que seremos beneficiados, mas não podemos nos iuludir.
.
Ontem esmo, foi desbaratado uma organizaçã oque já estava planejando fraudar as licitações da copa e da olimpíada. Precisamos ficar de olho nisso e fiscalizar.
.
Não adianta nos posicionarmos contra e não fazer nada.
.




O Blog do Jeco está participando de um concurso, onde o mesmo escolherá o melhor blog paraense de 2009. Peço solidariamente que vocês me ajudem nessa empreitada.
http://blogueirosparaenses.com/opiniao/blog-do-jeco/
.
.
.
Abraços.