23 de dez de 2009

Os fantasmas dos Natais passados

Eles me assombram todos os anos, no dia 24 de dezembro. Vai chegando a noite e, junto dela, meus pais, meu irmão, meus tios, minha prima. A (parte mais próxima da) família em torno da mesa da sala de jantar, usada raramente durante o ano, mas sempre no Natal. Mãe estende uma toalha bonita, arruma os pratos, os talheres, traz a salada de bacalhau, o bolo de frango, o pudim de leite, as castanhas, nozes e avelãs. E começamos a ceia ainda no meio da novela.
Nossa árvore, pequena no tamanho, mas capaz de abrigar todos os presentes do mundo – e as lembranças deste ultramenino que vos escreve –, espera sua vez enquanto pisca-pisca. O som tocando baixinho as canções natalinas da Simone e do Ray Conniff. Então é Natal! Jingle bells, jingle bells, jingle all the way! Que seja feliz quem souber o que é o bem... Oh what fun it is to ride in a one-horse open sleigh!
Começa o especial da Xuxa, e a gente começa a trocar os presentes, um de cada vez, com direito a fotos e filme que quase nunca conferimos depois: Mãe presenteia Pai, eu presenteio o mano, Tia presenteia Tio, minha prima me presenteia, Mãe presenteia Tia, meu irmão presenteia Pai, e assim vamos nós por mais de uma hora, rindo, falando as mesmas bobagens do ano passado, dos anos passados... Até a última fotografia, todos amontoados sobre o sofá da sala, e a mesmíssima festa.
Como se perseguissem o velho Scrooge, esses fantasmas mais do que camaradas hão de me assombrar novamente no próximo dia 24. Eles não desistem; são tão reais quanto o Papai Noel (que existe e vem, se deixarmos o sapatinho na janela do coração). Sorte a minha que tenho sempre esse Natal “assombrado”, que nunca precisei pedir um mundo diferente – que sei bem o que é ganhar, embrulhada num presente, a felicidade.

11 comentários:

Rodrigo disse...

Ja vi esse filme!
Muito bom!

K∂riиє* Smith. disse...

Isso não é novidade, mal o dezembro começa , começa junto com ele todos esses filmes que a gente já sabe bem aonde vai dar, mas a gente continua assistindo, o meu preferido é dos muppets . Quanto a Xuxa, graças a Deus aonde eu moro ninguém sabe que ela existe ! hahahaha

E ah...relaxa, Ano que vem tem mais fantasminha camarada!
Feliz Natal !

Gabriel Pozzi disse...

texto muito bom! ^^
já vi muita gente "falando mal" do tal espírito natalino. Dizem que entramos em um estado de hipocrisia, que o natal ée feito apenas pelo consumismo, tais pessoas odeiam inclusive essa reunião em família...
eu discordo!
assim como você, traduzo todo esse "ritual" em felicidade. Também tenho uma mesa na casa da minha avó usada apenas no natal, tenho as músicas que tocam no aparelho de som, tenho os presentes sob uma árvore pequena...
e sinceramente? adoro tudo isso.
todo o ano pode ser igual, podem até fazer as mesmas piadas enquanto comem o peru, mas todo ano é pra mim a mais pura sensação de felicidade! ^^

http://songsweetsong.blogspot.com/

chris disse...

Parabens pela bela cronica, que remete muito a minha infancia... aos bons momentos que construimos ao longo da vida e parecem sempre nos acompanhar... eu tambem tenho meus fantasmas, de natal, de carnaval, de aniversarios, alguns sempre constantes, outros mal resolvidos, lamentados... bem a vida nao vem com manual, e vamos aprendendo a viver a medida que ela vai passando, mas acho importante gurdar esse espirito de criança ao longo dela... bonito o blog
Ibere

Silvio disse...

É uma grande verdade Karina, concordo plenamente e faço as suas palavras as minhas!

Abraços;

Anônimo disse...

Sera que só a minha família não escuta canções natalinas?

Pedro disse...

Heeey...
Sempre é assim o Natal , a mesma coisa chata e tosca de sempre!!
HEhehhe

Diddy_Black! disse...

É bom que haja algo de tradicional pelo menos uma vez ao ano... Faz-nos sentir que ainda há algo de verdade nesse mundo corriqueiro onde tudo passa tão rápido.

Fabio Bustamante disse...

Acho essa época mágica. Me identifiquei com o seu texto. O espírito de Natal é isso. Estar junto da família, passar bons momentos perto de quem é especial. Agora, vou esperar pelo Natal do ano que vem, porque acho essa a melhor época do ano. Feliz Natal!

www.osesfarrapados.blogspot.com

Pedro Pyratero disse...

Vc tem sorte, meu natal é muito pior.
http://pedropyratero.blogspot.com/

Pobre esponja disse...

Natal é sempre o mesmo tédio, aquela breguice... deveriam "congelá-lo" para não ter de se fazer a mesma rotina anualmente...

abç
Pobre Esponja