15 de nov de 2009

Cilada

Pobre amigo. Foi convidado para ser padrinho de casamento. Ok, o convite veio de uma amiga muito querida, e o leitor dirá que é uma honra (e é mesmo). Bom, isso até a página dois. O rapaz tinha acabado de comprar roupa nova, daquelas para casamento e festas afins. Só que a camisa escura e a calça cinza, suficientemente caras, vão continuar no armário. Porque, para o casório da amiga, o uniforme é terno preto. Que puxa!
Mas os gastos não param no provável aluguel do traje de gala. Tem o presente. O famigerado presente dos padrinhos. Uma geladeira duplex, um fogão de seis bocas, um LCD de 42 polegadas? Sorte dele, a noiva já mobiliou a casa e, portanto, não deve estar precisando de “utensílios” tão grandes. Ufa, ufíssima! De qualquer maneira, essa é uma conta que se divide com a madrinha, que, não por coincidência, é sua namorada – e está em apuros bem maiores. Por causa do vestido longo (que, de tão longo, merece um parágrafo só pra ele).
Pois é, o incrível caso do vestido longo. Onde encontrar um vestido longo para uma madrinha curta, digo, baixinha? Nessas lojinhas de aluguel que “decoram” nossos shoppings? Se a festa fosse à fantasia, ok, seria possível achar alguma coisa ali. Se fosse uma festa mais moderninha, informal, dessas em que os convidados recriam os zumbis de Thriller, dançam para a câmera e, no dia seguinte, para os milhões de usuários do Youtube, quem sabe. Mas não é o caso nem a ocasião – e a cruzada pelo Santo Vestido Longo continua...
Outra busca dificílima e longa, quase tão longa quanto o vestido da madrinha, é a canção que embalará a entrada dos padrinhos na cerimônia religiosa. Nesse quesito, a noiva é moderninha – o que tem tirado o justo sono do meu amigo e da sua namorada. Que “homenagem amiga”, guardada a sete chaves, estará reservada para eles quando pisarem o tapete vermelho? “Amigos para sempre”, “Canção da América”?...
É, amigo, a situação é delicada, eu sei (e agora os meus leitores sabem também); por isso, vou acender umas velas, comprar umas rosas bem bonitas, botar uma roupinha melhor, chamar um coral de meia dúzia de amigos do peito, de fé, irmãos camaradas (a Julia Roberts e a Cameron Diaz não estavam disponíveis, infelizmente), e say a little prayer for you...

20 comentários:

PanPum Flûor disse...

D: caramba
q mano burro
so se fez se da mal

Rodrigo The Rock disse...

Eu fui padrinho de casamento 2 anos consecutivos. Puta cilada. Gastei uma Fortuna com os presentes e com a roupa. As vezes é melhor a gente não ser tão amigo pra não gastar tanto rrrsss.

K∂riиє* disse...

HAHAHAHAHA
Eu moro na Irlanda e AQUI essa historia e' diferente !
Quem aluga os ternos dos padrinhos e madrinhas sao os noivos ! e sao os noivos que tambem dao os presentes para o chamado Best Man e Maid of honour !
Eu que vou me dar mal,me caso ano que vem ! :/

Beijos meus

Annie Farokh disse...

Isso me lembrou ontem. Estava conversando com um moço no twitter e ele também ia a um casamento. PERGUNTA: Por que será que os homens têm tanto trauma de casório? É incrível! Fiquei besta de ver,rs.
Meus parabéns pelo blog!

Asas Negras disse...

sua narrativa é deliciosa!

Inez disse...

Putz não é fácil ser padrinho de casamento.
A canção escolhida para a entrada dos padrinhos é linda demais.

Luiz Lukas disse...

Geralmente eu até gosto de casamentos... só que só na hora mesmo, porque até o casamento começar pra valer mesmo (lê-se a noiva entrar na igreja) dá um trabalho do caramba... o último que fui foi o da minha irmã e ainda fui o mestre de cerimônias... mais no final tudo acaba da mesma forma... lua-de-mel! kkkkkkkkkkkkkk

Avassaladoras Rio disse...

Querido amigo avassalador... Quando alguem me convida para essa honrosa posição... gentilmente agradeço e digo que minha religião não permite... E nossa amizade continua a mesma, posso usar a roupa que quiser ... não precisa ser longo e nem meio-fraque para meu namorido ... Posso escolher um presente simbolizando meu amor pelo casal kkkk e ainda estou livre das interminaveis fotos...

Paulo Giovanni disse...

muito bacana seu blog

Moderador disse...

Muinto Bom seu Blog irmão
mais eu na pele desse cara ai eu me mataria viu padriho de casamento sofre hehe T+

Abraço do Modera

Fernanda disse...

Roubada kk. O tipo de coisa que você fica feliz e ao mesmo tempo chora. :D. Mt legal o seu blog.

Comentem no meu blog ai também: http://omundodefernandalopes.blogspot.com/

Moderador disse...

Muinto bom seu Blog irmão
Otimas postagems da para se divertir bastante aqui

Abraço do Modera

João Felipe Brandão Jatobá disse...

Não é azar.

Já dizem meus amigos, "tem amigo safado quem pode". Qual era do noivo? Avisar com muita antecedência pro padrinho para ele ir se preparando. E da noiva? Liberar pra madrinha, já que é ela, a noiva, que tem que estar deslumbrante e não a madrinha.

Não é azar. É castigo mesmo.

Silvio Junior Wencevoski disse...

uahuhaua;;

Muito bom, corre que é cilada BINO!

rsrsr

Abraços.

Nina disse...

é, as vezes acontecem isso. mas a gente tem que acabar se divertindo, né? é o que resta a fazer!

ϟ мαrcσs vσlk.! disse...

Nooss, que azar do cara hem. HAUSHUAHA
mas de boa pra ele, o sofrimento 'valeria a pena' [?] kkkkkkk
ai ai, gostei do seu blog.
Espero a sua visita e comentario no meu ^^
Grande abraço.

Blog do Rafa disse...

Gostei dos comentário dos filmes. Não sou fã de ficar assistindo muitos e nem tive a vontade de ler um post por completo, até porque gosto de ver o filme primeiro pra depois ler comentários. bem, eu curti mesmo o coments do Distrito 9, achei interessante o coments. Curti o blog e a organização, mnuito boa. Hoje to estreando meu comentário aqui e passando por causa do Orkut. Té mais.

devaneioseloucuras-raquel disse...

Bem, só posso desejar que esse "amigo" seja amigo mesmo...rs Daqueles que valem qualquer sacrifício.

Tem uma frase que me agrada, apesar de ser totalmente potilicamente incorreta " Não quero que as pessoas sejam muito gentis; pois tal poupa-me o trabalho de
gostar muito delas".
- Jane Austen -

Pois é... Se esse amigo não for daqueles "do peito", melhor arranjar uma desculpa e sair "de fininho" pela tangente...rs

Boa sorte aí, padrinho ;)

Coisa De Macho disse...

Quando meus pais foram padrinhos do casamento do meu primo deu umas coisas tensas tbm, sem falar que minha mãe teve problema com o vestido 10 minutos antes de sair KKK, mto bom, parabens!

Tatiane Rosa disse...

Uhul demais kkkk,Eu já fui madrinha de casamento,e realmente foi uma cilada pq era fim de ano e as lojas de aluguel não tinham vestido longo para o meu tamanho mini hehehehe,tive que comprar neh fazer o que gastei um dinheirão para o vestido esquentar armário...