4 de fev de 2009

Nova velha estória

Revolutionary Road, o endereço de April (Kate Winslet) e Frank (Leonardo DiCaprio) depois de casados – e título original do novo filme de Sam Mendes, Foi apenas um sonho –, me fez lembrar de uma aldeia em algum lugar, nem maior nem menor, com velhos e velhas que velhavam, homens e mulheres que esperavam, e meninos e meninas que nasciam e cresciam – todos com juízo, suficientemente.
Essa aldeia fica num conto de Guimarães Rosa, "Fita verde no cabelo (nova velha estória)", e nela mora uma menininha ainda sem juízo, de nome Fita-Verde, a que por enquanto. A que por enquanto tem sonhos, planos, desejos. A que por enquanto prefere o caminho louco e longo, em vez do encurtoso. A que por enquanto se diverte com ver as avelãs do chão não voarem, com inalcançar as borboletas nunca em buquê nem em botão.
April e Frank também imaginavam uma estrada com flores princesinhas e incomuns à sua frente, toda em technicolor. Ela queria ser atriz; ele, descobrir o que queria ser. Queriam o caminho louco e longo, queriam um presente e um futuro extra – e além do – ordinário, longe da mediocridade, do conformismo, da vidinha mais ou menos a que muitos de nós se submetem, por necessidade e/ou covardia de querer algo mais.
Mas eles mesmos, ou o Destino (com D maiúsculo, se desejarmos fingir que a culpa não é deles), escolheram aquela ruazinha ironicamente nada revolucionária, o caminho encurtoso, mais óbvio, reto, chato e sensato, tão "perfeito" quanto aqueles bons e velhos comerciais de Doriana. Desistiram de sua Paris, a metonímia-luz para a vida em preto-e-branco que levavam – se deixaram vencer pelo Lobo, se deixaram engolir pelo Lobo.
Fita-Verde, no decorrer do conto, perde sua fita verde e se torna uma pessoa de juízo. Como April e Frank, de um jeito ou de outro, perderam as suas também, e a vontade de viver, de se jogar no mundo, de se arriscar nele, de fazer de cada dia, de cada escolha, uma nova revolução, e não a mesma nova velha estória.

34 comentários:

Guigo xD disse...

UAl,muito bom cara

http://ownedando.blogspot.com/

Luna disse...

Lindo texto. Tem gente que confunde crescer e tomar juízo com acomodação. Aliás, a maioria de nós faz isso...

Bala Salgada disse...

Adorei a parceria da Kate e o Leonardo, quero muito ver o filme.

Fernanda Santiago Valente disse...

Vi um trailer desse filme e estou curiosíssima para assistí-lo. Ainda não divulgaram o lançamento dele aqui em Santos (pelo menos aqui ainda não). Deve ser um ótimo filme e vai ser interessante ver os atores contracenando juntos novamente.

Móó legal disse...

credo, não vejo nem que me paguem...
sei lá, acho esse tipo de filme mto ralado...espero q seu eu fosse você 2 continue no primeiro lugar por muito tempo! bacana isso para o cinema nacional.
.
.
--
www.moolegal.wordpress.com

darksulz disse...

retribuindo a visita =)
como eu disse no post, eu cresci assistindo a disney, aquilo eh humor, n leve tao a serio a ponto de pensar q sou uma ignorante ok :P
brigada, gostei do comentario e do seu blog, bjos.


http://darksulz.wordpress.com/
em Classicos da Disney.

Fábio disse...

bom

Wander Veroni disse...

Oi, Fábio!

Já tava doido pra ver esse filme, agora com a crítica e o trailer que li neste post já tenho um programa pra este fim de semana. Apesar do casal ser um dos mais batidos do cinema pop da última década, tanto a Kate quanto o DiCaprio mostram, pelo menos no trailer, maturidade e muita verdade. Fiquei com vontade de ver mesmo...heheheh...gosto de história assim onde o vilão é apenas nós mesmos.

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Erica disse...

Mto bom!

Ricardo -Krusty- Moreira disse...

Cara essa parceria rendeu um dos maiores sucessos do cinema o Titanic Leonardo conseguiu uma carreira sólida e Kate sempre apraece com bons filmes porém não teve o destaque devido junto ao público.
Não conheço o conto...Não posso fazer a relação que você fez.

Abraço!!

Marcus Vinicius disse...

amigo vlw por ter chamado minha atençao. um abraço
muito obrigado.
teu blog muito bom viu!

Danilo Cruz disse...

Gostei do texto, não conhecia a estória da 'fita-verde'.

Deni disse...

parabens pelo bloge pelas palavras
mto legal.
nunk tenho paciencia pra ler mtas coisas mas aki eu li e gostei . .

admirei..
parabens!

e quando quiser me visitar se´ra bm vindo em
www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

Fernanda disse...

As mesmas carinhas de Leo e Kate, mais de dez anos depois; desta vez, no entanto, o naufrágio foi ainda pior. Afinal, na tragédia do Titanic houve sobreviventes. Em "Revolutionary Road", mesmo vivos física e corporeamente, os personagens parecem dizimados pela não-vontade; até tentam, em alguns momentos, "soprar o apitinho" que chamaria os "barcos de resgate" -- mas são rendidos, são entregues, são desistentes. Ao contrário da heroína de "Titanic", vão-se deixando congelar sem luta. Tudo que fazem é ser o seu próprio iceberg, é provocar o seu próprio afundamento -- e, como em todos os icebergs, o tamanho do problema submerso se mostra mil vez mais substancial do que os aparentes. "Foi apenas um sonho" é pesado, denso; um roteiro para discutir e uma rota para lamentar. Kate e Leo estão cada vez melhores -- ele, insatisfeito sem desespero; ela, o próprio vulcão momentos antes da erupção, com silêncios assustadores. Destaque para a última cena do longa, uma pequena pérola -- leve, porém machadianamente irônica. Definitivamente, na lente pessimista de Sam Mendes, não há muito espaço para a autêntica fita-verdice. Quando muito se encontra um ou outro que reconhece não ser inafundável, e que por isso, sabiamente, evita os lobos e busca os botes.

Onaldo disse...

Que bom a sua partilha!
Por ela somos agraciados com lazer, instrução e inspiração!
Muito bom!
O blog todo é ótimo!
Fiquei fã, se me permite!
Bom fim de semana!
Onaldo

José Carvalho Neto disse...

Vou assistir esse filme hj......

Valeu pela visita.... e ainda bem que o Chineses não são homens bombas mesmo rs

Avassaladoras Rio disse...

Querido amigo avassalador...
Assisti ao trailler do filme quando fui ver "queime depois de ler"... tive uma sensação "dejavú"... embora, pareça que a atuação de kate e leo está primorosa... Vou assitir para comentar melhor. Historias de casais intrepidos domados pelo mundo sem graça da realidade burguesa povoam as telas e paginas de romances do mundo desde o tempo das cavernas...
venha nos visitar tb
http://avassaladorasrio.blogspot.com

Charles Cole disse...

nossa, eu sinceramente naum iria assistir esse filme, mas agora vc me deixou curioso... acho q vou ver e procurar esse conto, parabéns vc escreve muito bem.

abraços

http://filme-pipoca.blogspot.com/

Palhacada Hein disse...

"Tem gente que confunde crescer e tomar juízo com acomodação. Aliás, a maioria de nós faz isso..." [2]

adorei o texto.

parabens

LETÍCIA CASTRO disse...

Fábio, vc escreve tão bem que chega a doer! Amo rosismos, "encurtoso" é lindo! E "metonímia-luz para a vida" ilustra a vida de tanta gente que conheço. Mas é tão difícil assim não criar juízo e seguir o sonho? Por que dói tanto em algumas pessoas não ver o sonho feito em realidade a ponto de não os fazerem desistir, enquanto em outros, o que é realidade é justamente desistir do sonho?
A minha fórmula é essa: primeiro, sonho, depois, trato de moldá-lo do jeitinho que imaginei. Ora, tem graça na vida se não for assim? É ter sorte por ser capaz de fazer isso ou é pegar a sorte com a mão? Sei lá, eu sigo verdinha, verdinha.
Beijos pra vc e parabéns!

Palhacada Hein disse...

"Pode ser que ela nào lembre a última vez que fez sexo..."

AIUHSiuHAISUhIUASHiuHASiuhAISU

RAXEI DE RIR disso ai.

muito bom cara.

ps: isso aí é parte do seu coment no meu blog.

abração
volto sempre que der

Deni disse...

haha eu achei esquisito o nome
do filme aportuguesado . . .

mas enfim..
ainda quero vê-lo..
asisti bejamin button...
gostei...apesar d ser um tema mto pesado . .
mas
...

brigado pela visita no meu blog viu...

www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

tá atualizado..quando quiser passe lá, sabe q será sempre bm vind!

Henrique Miné disse...

E pensar que euvi este mesmo trailer umas qinhentas mil vezes, e quinhentas mil vezes me interessei pelo filme.
E quando chegou o dia da estréia..SURPRESA nem sombra de filme por aqui.

AS vezes o cinema da minha cidade me dá nos nervos...e obrigado pro me deixar ainda mais frustrado por não assistir ao filme, hehehe.
"/
Enfim, abraços..xD

Liipee disse...

interessante..
eu gosto de cinema..
e pretendo assisti-lo..
deve ser bem legal mesmo..
sobre o post..
legal suas palavras..
sabe empregá-las..
abraço !

welcome to hed world ~' disse...

você tem um sério problema com a Globo o:

Mas seu blog é ótimo, adorei. ;*

Thatha disse...

Oie...muito bom..
gostei fiquei com voltade de ver...^^

Alan Borges disse...

isso mesmo, apenas 40kb!
XD


polystationbrasil.blogspot.com

Heitor Nogueira disse...

Nossa, me surpreendi!
Não é sempre q a gente acha essa criticidade aqui!
Na blogosfera!
parabéns"

Gabriel → Bloga╝ disse...

E aê cara, blz?

Como gostei mais od post abaixo, comentei ele com mais seriedade. Não me interessei por este post. Do mesmo jeito que ue te falo isso, você cai na sinceridade quando postar no blog e comente o que quiser.

OBRIGADO POR COMENTAR EM MEU BLOG =D.

Flws, abraço!

F. Grijó disse...

Uma boa homenagem ao velho Rosa, não só pela comparação texto/cinema, mas pela metalinguagem que, para minha (boa) surpresa, encaixou bem.

Não assisti ao filme - e talvez nem assista nos próximos dias -, mas dei nota 10 para o os neologismos roseano-fabianos.
"Fita Verde" é sensacional.

Valeu.

Waltinho J Neto.'. disse...

Beleza de critica....Muito bem escrito,
parabéns...
Agora é ver o filme

¢auê. disse...

parabéns pelo blog =D

Habib Sarquis disse...

Parabéns pela Critica, estamos de novo... vendo um casal maravilhoso que encantou o mundo com o famoso filme " Titanic " Agora esse filme ( Foi apenas um sonho ), promete...e irei conferir !

Abraços

Ass: Habib Sarquis

Blog: Leitura Dinâmica - www.habibsarquis.wordpress.com

KlariBita disse...

Tem um selinho pra vc la no meu blog. Vê lá.

:*

http://umpoucodispersa.blogspot.com/